Punta del Este: sol, luxo e bons restaurantes no litoral uruguaio

Não sei você, mas eu sou dessas pessoas que planejam cada passo de uma viajem. Mas, de vez em quando, tenho que admitir que é interessante viajar sem saber o que esperar e se deixar surpreender com o que vier. Foi o que aconteceu comigo quando visitei Punta del Este, no Uruguai, pela primeira vez, a convite do Hotel Conrad

punta 1
punta 2

O balneário de luxo do país vizinho sempre foi destino de badalação de muita gente, mas nunca tinha chamado minha atenção. Mas que surpresa boa! A cidade banhada pelo Oceano Atlântico e pelo Rio da Prata fica localizada no departamento de Maldonado e, de uns anos pra cá, se tornou um destino de luxo e retiro de milionários, que se aglomeram principalmente nos bairros de San Rafael e Beverly Hills – isso mesmo, eles tem a sua própria versão da icônica cidade californiana.

E não é pra menos: algumas das “casinhas” nada modestas já abrigaram figuras conhecidas, como Shakira, Julio Iglesias, Paris Hilton e David Beckham. Já o empresário e bilionário brasileiro Alexandre Grendene tem sua própria mansão de veraneio na região. Punta del Este é muito bem cuidada e a qualidade de vida dos habitantes é notável. A cidade é mesmo a Saint Tropez da América Latina, como costumam dizer por aí.

punta 4

punta 14
punta 3

À noite, o clima é de badalação, especialmente na região de La Barra e La Mansa. As festas nas boates começam ainda mais tarde do que no Brasil e não faltam opções para dançar até o sol nascer – e depois ainda dar um pulinho no mar, se tiver fôlego! Já na região do Porto é onde se encontram restaurantes e barzinhos para passar a noite “mais tranquilamente”.

Verdade seja dita: as praias não chegam nem aos pés das do Brasil e a água é muito gelada. Mas a estrutura turística, organização e o sossego do lugar são os grandes atrativos. E quando digo sossego, quero dizer tanto de paparazzis (para os famosos, claro) quanto em relação ao baixíssimo índice de violência. Soma-se à isso, a ótima variedade de bons hotéis e restaurantes. A dica é ir entre os meses de setembro e abril, quando o índice de chuvas é menor. Mas, lembre-se: é a alta temporada e, portanto, tudo fica mais caro.

punta 5

Aos turistas de primeira viagem como eu, tirar uma foto em frente a famosa escultura La Mano – também conhecida como “Los Dedos” – é quase obrigatório. A gigantesca mão que surge da areia na Parada 1 da Praia Brava foi construída pelo artista chileno Mario Irarrazabal e se tornou um dos cartões-postais de Punta.

punta 7
punta 8

Outro passeio im-per-dí-vel é a Casapueblo. O local serviu de moradia e ateliê do artista plástico uruguaio Carlos Paéz Vilaró, um senhorzinho fofo que tive a sorte de encontrar quando estive lá em 2013. Muito simpático, ele aparece de vez em quando para autografar seus trabalhos. A casa, enorme, fica aberta aos turistas e ainda abriga um hotel e um restaurante. O melhor horário para visitar é ao entardecer, quando o poema “Cerimonia Del Sol” de Vilaró ecoa nas caixas de som espalhadas pela casa ao mesmo tempo em que o sol se despede. Simplesmente inesquecível.

Uma ida até o Hotel Conrad à noite também vale a pena. Um dos mais luxuosos da cidade, o estabelecimento abriga dois ótimos restaurantes, um teatro – onde assistimos a uma apresentação de tango – e o famoso cassino, que apesar de pequeno, garante a diversão de muitos turistas.

Se estiver com tempo, não deixe de ir até José Ignacio, a 45 km de distância do centro de Punta. Este antigo vilarejo de pescadores se transformou em destino de luxo, com praias bem frequentadas. Eu e outros jornalistas nos sentamos no La Huella, um parador (como eles chamam os quiosques de praia) com estilo rústico, todo em madeira. Apesar de ser point de milionários, o local é super pitoresco e descontraído.

punta 12
punta 11
punta 13

Não se surpreenda se der de cara com algum famoso. Apesar disso, surpreendentemente, os preços não são absurdos. Mas chegue cedo, pois o lugar costuma estar sempre lotado. Aproveite para se refrescar com uma jarra de Clericó, uma espécie de Sangria feita com vinho branco e servida bem gelada com pedaços de fruta. Ah, e não se esqueça de parar em um super mercado para comprar o famoso doce de leite La Pataia, simplesmente o melhor que já provei. Quem tiver interesse, é possível conhecer a fábrica na Fazenda La Pataia.

*Bruna Aranguiz viajou a convite do Hotel Conrad

Publicado por Bruna Aranguiz

Paulistana, jornalista e viajante. Vivendo na Irlanda.

6 comentários em “Punta del Este: sol, luxo e bons restaurantes no litoral uruguaio

Deixe uma resposta para Valéria Garcia Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s